Cega

Tantas coisas para dizer.

Tantas fantasias no ar.

Cadeira de praia by S Carneiro

Na praia da minha vida

Entro no mar, as ondas me cobrem.

Como braços a me envolver.

A água quente,

Como é quente teu coração.

O dia passa…

O pensamento voa e tento chegar ao espaço.

Poder localizar a sintonia do seu.

Sou uma romântica!

Cega, que sente falta,

não por querer prender,

Pois a gaivota mais linda é aquela que voa,

Na praia, mergulha no mar,

é leve e acaba preenchendo o vazio do espaço na praia de minha vida.

Meus pés.

o ar da tarde,

o calor.

O sentimento imenso.

A vontade de gritar o grito saído de dentro.

O pulsar do coração forte,

tragando as estsrelas, a lua…

Meus olhos…

Gostaria que você enxergasse o que há dentro deles.

E jamais pensar em feridas ou tristezas.

Sou uma poeta, apenas.

Tentando encher o espaço sem cor deste papel.

E no mundo onde você vive poder

Chegar, entrar

Sentar no seu colo, como uma menina

Uma menina mulher,

A espera do toque da tua boca quente,

do toque das suas mãos,

do toque do seu coração.

By S. Carneiro

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *