Chegando a tarde

Chega a tarde novamente,

lembro que não aproveitei ontem a noite,

onde a Lua estava simplesmente maravilhosa.

\"Final

Afinal o mundo do medo assombra nossa casa todas as noites

Não importa aonde estivermos…

Chega a tarde novamente e me sinto cansada.

Cansada do trabalho gratificante do dia de hoje,

Cansada e com vontade de ficar quieta;

E somente ouivr a voz do pensamento.

E em alguns momentos, somente o Silêncio que chegará com a noite.

Não é por nada,

Só sei que preciso desabafar

E desabafo nas palavras que rolam pelos meus dedos

parecendo saber o caminho que elas devem seguir.

O caminho para sair algo que aponta nos meus dedos…

Sinto sua falta!

realmente sinto sua falta.

Falta deste amor que imagino e que por vezes

Aparece ser como um fantasma ou algo feito uma sombra.

Que não toco, não sei onde está.

Parei de procurar.

Cansei de te esperar.

Mas este amor quer insistir na sua existência.

E aqui onde escrevo aquilo que é a verdade

Não importa, tudo pode ser tido.

Ninguém jamais lerá!

Digo jamais, pois apesar de escutar ao longe

\”Você não está sozinha, há também alguém que sonha como você sonha,

sente as nuvens como se fossem flocos de algodão…\”

E assim se vai…

Distante e irreal

Sonho de tarde

Sonho de Poeta

Sonho de um Alguém de olhos de Mar perdidos no horizonte pra ti…

One thought on “Chegando a tarde

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *