De tudo

De filha\"Wild_flower_38_by_FRENCHMICK\"

De mãe

De sol

De mar

De frutas frescas

De manhãs de sol

De flores abrindo

De gotas de oralho caindo

De tudo e

De nada

De flor em flor

De mão em mão

Por que não?

De dor

De amor!

S. Carneiro

2 thoughts on “De tudo

  1. Laura Carneiro Lima says:

    Mãe, adorei o seu poema ! Muito bonito e simples, a simplicidade está nas melhores coisas da vida e você é a melhor da minha. Muito obrigada por todo esse amor, espero um dia poder te dar pelo menos o dobro do que você me deu! Hahah amo você, minha rainha ♡

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *