Esta Tarde

Naveguei pelo mar esta tarde.
Por suas águas verdes e transparentes.
Naveguei com meu pensamento,
Tal como a gaivota sobrevoando
E contornando a costa.
Sentido o perfume no ar.

Naveguei pelo mar
e o meu coração sentiu a emoção
E do meu rosto as lágrimas se precipitaram.
E senti me transformando também
em água salgada.
Fiz parte do mar assim.

Sou do Mar!
E o vai e vem no Savereiro.

A brisa, o sol no rosto
A vida.
Meus olhos são da cor do Mar!
Meu mar!
Meu pai do céu me envolve
E sou eu, nada mais.

Como posso sentir tudo isso?
Não sei

Como posso sentir tudo isso?
Que sou eu?
Sou a gaivota?
Sou a brisa?

Sou um navegante pela tarde
Da tarde, na tarde mais suave e infinita
E o sol se vai …

3 thoughts on “Esta Tarde

  1. lea says:

    muito linda…me sinto caminhando pela praia, lendo essa poesia…pensamentos…e ondas e espuma, e gaivota e céu e nuvem…você fez com que eu viajasse dentro da poesia….o vento, o balçanço…Pensa em musicar, estilo bossa nova….não ficaria lindo?

    • Terra dos Aromas says:

      Utilizar imagens do dia a dia, principalmente a paisagem de uma praia, te dá muito elementos para expressar os sentimentos e os torna mais claros.
      obrigad pelo comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *