Identificação

Ao ir de encontro ao mar,
Me vejo nas suas águas
E todas as pessoas gaivotas ou não
Sobrevoando a Praia no decorrer do dia
ou da noite me verão passar.

Irei ao seu encontro, mostrando tudo que escrevi durante esse tempo.
Identificarão minhas pegadas
E saberão que as suas também de alguma forma foram tocas
Pelas minhas palavras,
Pelo meu sentimento.

Haverá gaivotas,
Ondas,
Brisas e
Estrelas que passarão por mim ficando…

Mas,
Haverá aquelas que apesar de me conhecerem não ficarão.
Mesmo sabendo a importância que elas tem.

De alguma maneira o barulho do
Meu coração mar será ouvido e tenho certeza
de alguma forma jamais esquecido…

2 thoughts on “Identificação

  1. Léa says:

    Que poema lindo, Sol!!!!
    Encantador, mágico…
    Parece saído de uma daquelas conchas que usamos para ouvir o mar, quando estamos distantes dele….
    Assim, vamos identificando as suas pegadas…
    Te ouvindo, quando vc escreve…ouvindo o seu coração mar…
    E como vc mesmo disse, o que se passa com alguém, se foi verdadeiro, fica….

    • Terra dos Aromas says:

      Obrigada mais uma vez. Gosto demais deste poema também, retrata bem meu modo de ver a vida e as pessoas na minha vida.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *