No azul do céu

No azul do céu que vejo da minha janela.
meus olhos passeiam por entre as nuvens
tão finas e tão leves deste lugar imaginário.

Sou uma eterna sonhadora,
que se transporta para qualquer lugar
numa fração de segundos.

Levo para o céu azul todas as estrelas
que meus olhos podem ver,

Levo a lua cheia brilhando no mar,
E tudo que me faz ser tão sensível às
coisas simples e que pertecem apenas ao coração.

Te levo no meu olhar para a tarde,
até o sol se pôr por entre as montanhas
até a noite cair…

Pois apesar de meus olhos não verem a noite
você continua nos meus sonhos e
na imaginação de um toque,
de um beijo teu.

S. Carneiro

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *