Amor em mim

Na manhã,

O sol entra pela varanda acordando as flores, as árvores
E abrindo os seus lindos olhos.

Você chuva na grama,
Sol na vida,
Flor do meu jardim.

Você manhã de sol,
Ondas do mar, brisa leve
Amor em mim.

Sensação diferente
Presença existente
Luar sem fim.

S. Carneiro

Dia de Sol

Dia de Sol

Dia de Sol

Tarde de caminhadas pela cidade,
Pensando em caminhadas pela praia.
A música vai ao longe, fazendo simplesmente a gente viajar.
Somente viajar…

Tempo bom, tempo de procura.
uma procura talvez inútil,
Mas sempre há de ficar a sensação de que algo foi feito e nada foi deixado para traz.

Mundo difícil, cidade difícil
Olhos de mar…

A luz nos olhos, óculos escuro no rosto,
palavras ao vento,
o vento forte, ventando o que eu não sei…
Agora chegando em casa
no rádio \”Cat Stevens\” – Morning has broken…

Calma  e leveza, apesar de que em outro tempo, poderia até lágrimas fazer escorrer.

Meu amor onde estás?
Onde está o meu parceiro?
Onde é que está escondido?
Por que você não me responde?

Final de tarde, final de sol
Imagino o vento a levar meu pensamento
Meu rosto para as montanhas, no pôr do Sol
Meu corpo para a praia…
E você?
Parece que não existe
Vive fugindo de mim
E eu … tanta coisa para contar
Tanta coisa…

Você chuva de pensamento!

E você meu amor?
Você que me entenderá
Que para você, eu seria a menina dos seus olhos.
Seus olhos

Seu sorriso, meu abraço
Meu beijo, meu mar inteiro.

Até quando?

Até quando vou suportar viver sem você?
Até quando?

S.Carneiro

Cega

Tantas coisas para dizer.

Tantas fantasias no ar.

Cadeira de praia by S Carneiro

Na praia da minha vida

Entro no mar, as ondas me cobrem.

Como braços a me envolver.

A água quente,

Como é quente teu coração.

O dia passa…

O pensamento voa e tento chegar ao espaço.

Poder localizar a sintonia do seu.

Sou uma romântica!

Cega, que sente falta,

não por querer prender,

Pois a gaivota mais linda é aquela que voa,

Na praia, mergulha no mar,

é leve e acaba preenchendo o vazio do espaço na praia de minha vida.

Meus pés.

o ar da tarde,

o calor.

O sentimento imenso.

A vontade de gritar o grito saído de dentro.

O pulsar do coração forte,

tragando as estsrelas, a lua…

Meus olhos…

Gostaria que você enxergasse o que há dentro deles.

E jamais pensar em feridas ou tristezas.

Sou uma poeta, apenas.

Tentando encher o espaço sem cor deste papel.

E no mundo onde você vive poder

Chegar, entrar

Sentar no seu colo, como uma menina

Uma menina mulher,

A espera do toque da tua boca quente,

do toque das suas mãos,

do toque do seu coração.

By S. Carneiro

O tempo passa

O tempo passa

como passa o tempo no relógio da vida.

O vir e ir das nuvens,

As gaivotas no céu azul

A trazer e a mostrar coisas que o espaço e o

Sentir deverão viver.

Realizar o percurso

Estrela azul by S Carneiro

Sem saber o destino certo.

Chegando sempre a mesma conclusão:

O que há por de trás?

Só com olhos de lua,

Com olhos de mar

Será segredado e revelado para nós!

S. Carneiro

Na Ilha

Gostoso pensar em escrever

Andando pelo pequeno caminho, cheio de arvores e arbustos, os pequenos insetos rodeando, me faz lembrar dos contos de fada, pois brilham no meio do verde da primavera.

O canto dos passáros… e,

Protegida do vento e distante da terra onde nasci estou.

Aprendi a viver aqui e apreciar a terra daqui.

O vento é forte, a natureza reage de forma diferente.\"Blossom\"

Um dia de sol quente e o vento frio sacudindo as arvores e fazendo cair uma neve diferente

A neve de flores rosas, chamada de blossom e assim o chão fica coberto delas.

De repente tudo está quieto, o vento se vai e a brisa permanece

O canto do pássaro preto ao meu redor,

e observando, vivencio o meu dia.

Contemplei o mar na praia da minha vida, e hoje vivo numa ilha, rodeada dele.

Não o vejo, mais sei da sua presença.

Naveguei até chegar aqui

Para te encontrar enfim.

Minha vida está quieta,

em paz.

E me sinto assim segura em seus braços, meu amor.

S. Carneiro